Revista Central: a informação em tempo real com credibilidade

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Quixeramobim derrota Cirilo Pimenta


Cirilo Pimenta/ Foto: Google
Derrotado nas urnas o político só deve rezar para não ficar inelegível 

Considerado como o político mais influente nos últimos 20 anos no município de Quixeramobim, Sertão Central cearense, o deputado estadual Cirilo Pimenta viu o seu futuro político esfacelado, seus atos que ainda devem custar um preço mais caro do que o imaginado foi um dos fatores que amargou o seu futuro político. Pimenta ainda pode ser derrotado na justiça, poderá perder seus direitos políticos e ficar 8 anos sem poder se candidatar a se quer um concurso público. Rejeição de contas públicas quando era prefeito de Quixeramobim pesa no processo. 

Cirilo Pimenta foi um dos deputados tucano que não se aliou ao governador Cid Ferreira Gomes, preferiu fazer uma oposição baseada em acusações, atirando por todos os lados. Sem ter onde buscar recursos públicos para realizar grandes obras no seu reduto político, o deputado sofreu nas eleições, uma delas foi ouvir dos seus adversários que ele era um candidato ‘ficha suja’. 

Em Quixadá, Pimenta obteve 3.056 votos na eleição de 2006, porém, nada fez a não ser se intrometer nas brigas dos bispos em 2009 visando atrair votos, mas a sua estratégica não foi aceita pelos eleitores quixadaenses, resultado, o político só conseguiu 1.763 míseros votos. 

Cirilo Antonio Pimenta Lima entrou na política como vereador no ano de 1988, em 1990, o político foi eleito a Deputado Estadual, mesmo com mandato de deputado perdeu as eleições municipais em 1992. Passados dois anos da sua primeira derrota política, Pimenta ganhou pela segunda vez uma cadeira na Assembléia Legislativa no ano de 1994. Sendo deputado filho natural de Quixeramobim tinha ganância de conquistar o poder municipal, candidatou-se a prefeito e venceu em 1996, sendo reeleito nos ano de 2000, durante estes anos o político foi considerado como um dos melhores prefeitos do Ceará e do Brasil. Cirilo Pimenta venceu pela terceira vez as eleições para deputado estadual no ano de 2006, em 2010 o político viu um passado questionado e muitas acusações o que resultou na sua derrota. 


7 comentários:

Anônimo disse...

Acho que não foi quixeramobim que derrotou Cirilo, foi o povo do município que derrotou Quixeramobim, uma cidade que agora amargará a falta de um deputado atuante e sério.
Em Quixadá o erro do deputado foi confiar demias em seu aliado Raul que não mobilizou neme empregou recursos que deveria na campanha do deputado, adesivos e cartões por exemplo erão raros ou quando existiam eram trancafiados.

Paulo Vitor Barros disse...

Acredito que tenha sido feito uma pesquisa sobre o político Cirilo Pimenta. Desde seu início à sua recente história política.
Porém questiono fortemente a opinião formada do JORNALISTA que escreveu o artigo.
Usou de total parcialidade, subjetividade ao expressar suas opiniões, sem ser imparcial.
O Sr ou Sra que responde por " Revista Central" deveria usar dos princípios básicos do Jornalismo oficial.
Sendo imparcial e sem querer formar opiniões a partir de suas colocações.
Espero ser levado em consideração por minha opinião FUNDAMENTADA EM CONCEITOS CORRETOS DE REGRAS DO JORNALISMO MODERNO.
Eu, como leitor, posso questionar, não você Sr " jornalista'.

JTauilGasparFº. disse...

*A política é quase tão "excitante" como a guerra e não menos perigosa. Na guerra a pessoa só pode ser morta uma vez, mas na política diversas vezes "através" do nosso VOTO!

Anônimo disse...

Se ele fosse para o lado do Governo ele entraria tranquilo.
A questão é que cada um escolhe o melhor, nem que as vezes se pague um preço alto por isso.
Teve gente dos outros partidos que com a metade dos votos de irilo entrou. Então a questão não é que o povo não quis, se não esses com 20 e poucos mil votos e entraram foi o que??? Entenda, tudo é matemática.
E Aquestão de Quixeramobim derrotar Cirilo, é pura ironia, pois ous outros canditatos juntos andaram longe da votação do Cirilo. Quixeramobim sim sabe o que quer. Agora existem aquele que as vezes apoiam outros não para ganhar, e sim para tentar derrubar o Cirilo, pois um Magão incomoda muita Gente. Imagina se fossem 2???(rsss)
Tenho pena de pessoas que só gostam de subir com a derrota dos outros.
Fazer o quê né? E saiba amigos que tudo é uma cúpula só. OU vcs acham que Ciro e Tasso são totalmente inimigos???? E Cid e Ciro é Como Lula e DIlma.
Agora me digam, por que os ficha limpa da cidade de Quixeramobim não se candidataram???? Simplesmente que apoiando outros, não se desgasta, ganha dinheiro e fica no Bem bom recebendo dos 2 lados.
Não são todos que encaram de frente os problemas como o Pimentinha não amigos. Se ele fosse outro, e pensasse so em sí, ficaria ao lado do governo, apaiaria, com certeza consegueria mais votos para o que estaria apoiando, ganharia um cargo de Secretário de Alguma coisa e não precisaria se estressar em tentar trazer melhorias e cansando a garganta, Só distribuindo as coisas que o Governo Manda. Mas é assim pena que muitos não entendem e ficam difamando o Nosso QUerido Cirilo Pimenta. E o pior, os que hoje a mioria difama, são os que por muitas pvezes precisou dele.

Abraços a todos. E descullpe se ofendi alguém, não foi intenção.

Lindemberghs d'Franco disse...

De fato, o jornalista foi muito parcial e subjetivo, mas não o julgo. É verdade, ora essa! Além do mais, é muito díficil encontrar um profissional da área que seja totalmente imparcial. Muitos julgam e a sociedade absorve que ser jornalista é demonstrar sua opinião pessoal e revogam-se as disposições em contrário quando realmente é isso mesmo. É mais útil para a sociedade que um jornalista se retrate de alguma coisa equivocada que se manifestou do que ficar em silêncio ou apoiar uma ditadura militar. Um jornalista não pode ser parcial, mas quem é profissonal por todo o tempo? Outra coisa, um jornalista precisa antes de tudo ter personalidade e ser ouvido. Se ele faz uma crítica mais pessoal é porque fica indignado com a cultura do país e da sociedade que aceita e absorve a mesma. Um jornalista critico precisa ter um ponto de vista de ambos os lados e construir uma opinião própria da realidade.

massa76 disse...

Olha! sou filha de Quixeramobim! Vejo a derrota de Cirilo como um alerta pra ele próprio, rever seus passos como politico, ter o cuidado de não perseguir ninguem por causa de partido, agora fico triste pq não termos representação. O cirilo é muito gente boa.Espero os que ganharam aqui façam algoi pelo povo, cirilo tem uma força grande, pois ganhou em todoas as urnas.

Paulo Vitor Barros disse...

Prezado Sr Lindemberg d'Franco, o Senhor apenas se enrolou em suas palavras e se contradisse. Quis questionar minha opinião e acabou se contradizendo várias vezes!
Meu caro, o "jornalista" foi sim parcial e isso não cabe na sua atuação; Você confundiu com os críticos políticos,econômicos; Esses sim são parciais e mostram suas opiniões, justamente para as pessoas se conscientizarem e formarem suas próprias opiniões.
Jornalismo sério, mostra a realidade como ela é e não usando de adjetivos e opiniões para falar sobre algum assunto.
Se você tem pelo menos o mínimo de conhecimento sobre isso irá concordar comigo!
Um abraço

Mande para seus amigos do orkut, twitter etc!
|
Google Analytics