Revista Central: a informação em tempo real com credibilidade

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Bancos quebrados e muita sujeira acobertam a beleza da Praça da Catedral em Quixadá


Bancos quebrados, lixos, fezes de animais e muitos buracos. Este é o estado real da Praça José Linhares da Páscoa, localizada no Centro da cidade de Quixadá. Por lá passa todos os dias milhares de pessoas que se aglomeram vindo de vários distritos e cidades vizinhas, alguns chamam de rodoviária dos paus-de-arara.

Popularmente conhecida por Praça da Catedra,l por está ao lado da igreja matriz, fies reclamam dos buracos, e da grande quantidade de fezes de animais, a aposentada Raimunda Holanda Bezerra, 69 anos, reclama da dificuldade de ir para a Igreja e passar por cima da praça “os buracos são enormes, prefiro andar no meio da rua” fala a aposentada.

Na guarita ou popularmente “roda do prefeito” resto de comida, água parada, lodo e cenas do sexo noturno, acobertam a paisagem natural.

Alguns bancos já foram colocados em lugares impróprios, como nas imagens flagradas por nossa equipe. A senhora Kásia Nobre, 26 anos, casada e moradora do Bairro Renascer estava sentada em um dos bancos quebrados a espera de uma lotação para o seu bairro, disse que os bancos são resultados do vandalismo e da falta e policiamento no local.

Já o mototaxita Edeval Lopes, 27 anos, morador do Bairro São João, culpa a administração municipal pelo descaso. “A Praça da Catedral é um cartão postal da cidade e deve ser zelada, principalmente em respeito ao nosso ex-prefeito José Linhares da Páscoa”.

A Praça da Catedral tem a maior concentração por estar no coração da cidade. A maioria dos caminhões e ônibus da zona rural estão estacionados por lá. Vizinho a praça tem o Colégio Virgilio Távora por volta das 11 h 30 min. os estudantes são a maioria.

Entramos em contato com o Secretario de Desenvolvimento Econômico e Turismo senhor José do Nascimento Marques Gonçalves, ele disse que todos os dias uma equipe faz a limpeza da praça, ressalta que a sujeira de comida é devido à grande concentração de pessoas da zona rural que comem e jogam os restos foram dos coletores de lixo. Sobre os buracos ele diz que já tem um projeto para a restauração de todas as praças de Quixadá e que em breve será feito lançado.

A População tem que ter mais consciência e não jogar restos de comida fora dos coletores e não quebrar os bancos, por sua vez como é inevitável tendo em vista que as pessoas não têm uma cultural ambiental em pleno século XXI, cabe os órgãos responsáveis cuidar do local para que o ambiente seja agradável a todos.

Confira o video da TV Web Diário Central
video

Nenhum comentário:

Mande para seus amigos do orkut, twitter etc!
|
Google Analytics