Revista Central: a informação em tempo real com credibilidade

sábado, 23 de agosto de 2008

Caravana da UNE pode contribuir para defesa do sistema de saúde

BRASÍLIA - O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, acredita que a caravana promovida em parceria com a União Nacional dos Estudantes (UNE) poderá contribuir para ampliar a discussão sobre saúde pública no país e também para a defesa do Sistema Único de Saúde (SUS). Ele lembrou que este ano os temas escolhidos para a mobilização dos jovens são saúde, cultura, segurança e educação.

- A UNE resgata uma tradição histórica, que é fazer caravanas. O ônibus vai percorrer 32 mil quilômetros em 27 estados, com um total de 41 universidades, levando uma mensagem aos jovens no ano em que o SUS comemora 20 anos- afirmou ao participar de entrevista a emissoras de rádio durante o programa Bom Dia, Ministro.

A caravana leva ainda kits para teste rápido de HIV – uma tecnologia que permite que o sangue seja coletado nas próprias universidades e que o resultado seja divulgado em até meia hora. A UNE também irá distribuir camisinhas e material educativo. O objetivo, segundo o Ministério da Saúde, é atingir 120 mil universitários. A caravana começou na terça-feira (12), pelo Rio de Janeiro.

- Levando informação, mobilizando os jovens para a doação de sangue, discutindo questões importantes como doenças sexualmente transmissíveis, direitos sexuais e reprodutivos, álcool, fumo, promoção da saúde e violência- afirmou Temporão.

De acordo com nota do ministério, dados do Censo Escolar 2006 indicam que quase a metade do 1,75 milhão de estudantes que ingressaram no ensino superior tinham entre 19 e 24 anos – faixa etária em que homens e mulheres, praticamente na mesma proporção, respondem por cerca de 15 casos da doença para cada 100 mil habitantes.

O Ministério da Saúde alerta que o diagnóstico tardio permanece como um dos principais desafios para a resposta brasileira à epidemia de aids. Atualmente, estima-se que 620 mil pessoas vivam com HIV no Brasil – o número engloba tanto as que já têm conhecimento do diagnóstico quanto as que ainda não sabem que estão infectadas. Dados mostram ainda que apenas 28% dos brasileiros já realizaram teste de HIV.

Nenhum comentário:

Mande para seus amigos do orkut, twitter etc!
|
Google Analytics