Revista Central: a informação em tempo real com credibilidade

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Ibaretama comemora aniversário de 21 anos de emancipação política


O município de Ibaretama com uma população estimada em 2007 de 12.728 habitantes está em festa, logo mais a noite uma grande festa com a banda Solteirões do forró fará um show em comemoração a emancipação política daquela pequena cidade do Sertão Central do Estado do Ceará. O município se desligou de Quixadá em 8 de Maio de 1988.

Toponímia

O historiador Raimundo Girão traduz Ibaretama como abundância de frutas nas roças. Já o professor Silveira Bueno, em seu vocabulário Tupi Guarani/Português, traslada como o paraíso, a pátria do céu.

Ao pé da letra significa terra das fruteiras, região das frutas. De ibá: fruto, árvore frutífera; e retama: terra natal, pátria, região.

A sede do município também é conhecida como São Luís, já que este era o nome da vila que se tornou sede do município quando este foi criado.

História

A história da Ibaretama começa em 1905 com a doação das terras por paticulares, e nestas terras foi construída uma capela em homenagem a Nossa Senhora Auxiliadora no ano de 1909. Em 1911, este lugarejo passou a ser distrito com o nome de Serra Azul', depois São Luís e em 1938, Ibaretama. Em toda a sua história foi distrito do município de Quixadá, até quando foi desmembrado em 8 de Maio de 1988. O município é hoje administrado pelo corretor de imóveis EDSON MORAIS, filho da terra.


Geografia

Na maior parte do município o relevo é plano ou de suaves ondulações com altitudes inferiores a 200 m. Possui um maciço residual chamado Serra Azul que atinge altitudes superiores a 700 m. O tipo de solo predominante na porção sul-leste são os argissolos, que são solos profundos, nas demais partes do município os platossolos e neossolos, que são solos rasos e poucos desenvolvidos.


Hidrografia e Recursos Hídricos

A maior parte do território municipal está na bacia do rio Piranji, que banha o município, e uma pequena parte está na bacia do rio Sitiá. O maior reservatório é o Açude Macacos, construído sobre o leito do riacho Macacos, com capacidade de 12.370.000 m³ e concluído em 2007. Há também a "adutora Ibaretama", com 2,7 km de extensão, ligando o "poço Amazonas", com vazão de 6 litros/s, à sede, e outros 52 poços com vazão média total de 2,94 m³/h (ou 55 litros/s).


Clima

O município está inteiramente localizado na região de clima tropical quente semi-árido com chuvas de fevereiro a maio. A temperatura média anual de 27°C, com pluviometria média anual ser de 838 mm. A região de Ibaretama está sujeita à ocorrência de secas severas.


Vegetação

Caatinga arbustiva densa na maior parte do território e floresta caducifólia espinhosa, ou caatiga arbórea, nas áreas mais elevadas da serra Azul.


Demografia

A população estimada em 2006 foi de 13.528. Apenas 26,8% da população (dados IBGE, 2000) é urbana, já em 2007 este número baixou.


Administração Pública

Divisões Administrativas


O município está dividido em cinco unidades administrativas, a sede e mais três distritos, todos criados em 1990:

* Ibaretama

* Nova Vida

* Oitícica

* Piranji


Educação e Cultura

Ensino Fundamental e Médio

O município possui 50 escolas sendo apenas uma particular. A taxa de escolarização é de 100% no ensino básico e de 27,09 no ensino médio (2005).


Prefeitos

Raimundo Viana de Queiroz PDT 1989 1992

José Ursulino de Melo PSDB 1993 1995

Manoel Morais Lopes PFL 1997 2000

Manoel Morais Lopes PFL 2001 2004

Raimundo Viana de Queiroz PTC 2005 2008

Francisco Edson de Moraes PSB 2009 2012



Mesmo com a emancipação de Quixadá há 21 anos o município ainda necessita de quase tudo de Quixadá, como exemplo de saúde, comercio e educação superior dentre outros.

2 comentários:

Anônimo disse...

uma materia muito interessante.Porem faz-se necessario falar nao so de festa mas da real situaçao do minicipio............

DIÁRIO CENTRAL disse...

Prezado(a) Leitor(a)

Agradecemos o seu comentário. Continue conosco.

A direção.

Mande para seus amigos do orkut, twitter etc!
|
Google Analytics